Blog

Cirurgia Plástica Estética Saúde

Cirurgia Plástica Pós-Bariátrica: Tudo sobre o assunto

Cirurgia Plástica Pós-Bariátrica: Tudo sobre o assunto

A cirurgia bariátrica é um procedimento comprovadamente eficaz para garantir uma maior qualidade de vida para pacientes que precisam emagrecer. Já as Cirurgias Plásticas Pós-Bariátrica, são procedimentos menos conhecido, embora com o avanço da medicina, cada vez mais seguro.

Apesar do excedente de pele ser um efeito colateral não esperado para pacientes que  passaram por cirurgias bariátricas, ele ocorre, e pior, não é raro. Neste contexto, para aqueles que querem garantir uma melhor apresentação estética e reparar a auto estima, a cirurgia  plástica pós bariátrica vem para resolver essa situação.

Não se trata de um procedimento obrigatório, mas como informado, quando bem executado, melhorar a autoestima do paciente.

Entendemos que por mais que a medicina tenha uma evolução, qualquer procedimento tem suas peculiaridades, mas o principal problema sempre é a dúvida sobre a eficácia e os benefícios que eles podem trazer. Nosso objetivo com este artigo é ajudar você a tirar todas as dúvidas sobre o tema e garantir que você se sinta mais confiante para optar, ou não, por este procedimento.

Vamos conferir?

cirurgia-plastica-excesso-de-pele

Tudo sobre a Cirurgia Plástica Pós-Bariátrica

Para facilitar o entendimento do assunto, resolvemos separar alguns dos tópicos mais perguntados em diferentes etapas. Mas se você ainda estiver com alguma dúvida e quiser perguntar a um de nossos especialistas, fique à vontade para entrar em contato.

1 – O que é a Cirurgia Plástica Pós-Bariátrica

Cirurgia Plástica Pós-Bariátrica é um conjunto de procedimentos feitos para entregar uma aparência estética e reparadora mais agradável para pacientes que vieram de um processo eficaz de emagrecimento.

Dependendo da quantidade de gordura perdida, e por quanto tempo a pessoa se manteve neste estado, é normal que a pele acabe ficando flácida.

Isto pode gerar uma dificuldade na hora de se higienizar e pode até gerar assaduras ou outros problemas. E claro, a maioria dos impactos para o paciente são por conta do visual que alguns julgam estranho. Por isso, a maioria dos que sofrem com este problema, escolhem passar pelos procedimentos, já que nem sempre a pele retorna totalmente ao estado normal, pelo menos não em uma velocidade que as pessoas gostariam.

2 – Quais as áreas afetadas?

Cada caso é um caso, mas em geral algumas áreas do corpo acabam sempre trazendo um excesso de pele por conta do aumento do tamanho do tecido adiposo. Os principais são a barriga, mamas, braços, coxas, glúteos, costas, face, etc.

Os procedimentos mais comuns são os seguintes:

  • Dermolipectomia de abdome ou abdominoplastia- é a retirada do excedente de pele no abdome. Pode ser a clássica (na qual se retira apenas a pele que sobra no abdome do umbigo pra baixo, em sentido horizontal) ou a em âncora (ou Flor de Lis), na qual se retira o excesso de pele nos sentidos vertical e horizontal
  • Mastopexia ou mamoplastia ou ainda Elevação dos seios: Trabalha para dar um melhor posicionamento para os seios caídos, embora seja possível também remover o excesso de pele do peitoral masculino;
  • Dermolipectomia de braços ou braquioplastia: Trabalha removendo o excesso de pele do braço;
  • Dermolipectomia de coxas ou cruroplastia: Trabalha removendo o excesso de pele da coxas.
  • Torsoplastias superior e inferior: retira-se a pele excedente da parte de trás das costas. A inferior é o 360 graus de uma abdominoplastia e a superior retira pele da parte de trás das costas, sobre a região do sutiã.
  • Cirurgias Íntimas: corrige o excesso de pele e gordura que pode sobrar na região genital
  • Lifting de face e pescoço ou ritidoplastia: corrige o excesso de pele na face e pescoço

3 – As cirurgias Plásticas Pós-Bariátrica são seguras?

Esta é uma dúvida realmente importante, afinal de contas é importante pensar na sua segurança e bem estar.

É importante que você entenda que como qualquer procedimento médico, existem riscos, mas também gostamos de informar que essa área da medicina avançou muito, sendo que hoje é muito mais seguro do que no passado.

Complicações são inerentes a qualquer procedimento médico e sempre podem ocorrer. Paciente pós bariátricos têm chance maior de complicações geralmente têm algum grau de desnutrição.

Como esse paciente tem um quadro especial, vide texto acima, para reduzir ainda mais os riscos, fazemos essa cirurgia somente depois de mais uma bateria de exames e confirmação médica. O que evita a maioria das reações e problemas que uma cirurgia de emergência poderia trazer.

4 – O que preciso para fazer o procedimento

Geralmente comunicamos aos nossos pacientes que existe a hora certa para iniciar os procedimentos e garantir uma boa eficiência e recuperação.

Para saber o momento exato, somente em uma conversa poderemos informar. Mas em geral você já pode se antecipar com as seguintes informações:

  1. Ter um IMC abaixo de 30 (Para garantir que a pessoa não perderá muito peso, podendo ser possível fazer com menos caso haja indicação médica);
  2. Peso estabilizado e tudo conforme o cronograma esperado pelo médico (risco menor de que você precisar repetir a cirurgia no futuro);
  3. Ter tempo e pessoas que lhe ajudem no pós-operatório
  4. Ter uma condição de saúde que permita uma boa cicatrização.
  5. Decidir se terá ou não uma nova gestação. Caso queira, entender que pode perder resultados alcançados.

5 – Como é a recuperação da cirurgia?

Cirurgias plásticas pós-bariátrica costumam ser cirurgias de grande porte, daí a necessidade de repouso relativo. Pode-se dizer que o processo de recuperação é de certa forma um pouco chato. Embora o tempo vá variar pela quantidade de procedimentos realizados, a média é de um a dois meses para poder voltar às suas atividades normais. Drenagens linfáticas pós operatórias e retornos ao seu médico conforme estipulado são necessários.

Ignorar este período de recuperação e desobedecer às recomendações pode trazer problemas.

remocao-excesso-de-pele

Considerações finais

Como você pode ver, a Cirurgia Plástica Pós-Bariátrica é uma série de procedimentos que ajudam na melhora da definição do corpo após a perda de peso. Você deve estar ciente que vai fazer trocas. Trocar excesso de pele por cicatrizes. Os riscos de complicações existem e não são poucos, sendo cirurgias que costumam ser muito maiores e mais agressivos que a cirurgia bariátrica propriamente dita. Mas o grau de satisfação na maioria dos casos costuma ser alto, a ponto de valer tudo acima citado.

Estamos aqui de braços abertos para poder dar o apoio necessário para a qualidade de vida que você espera. Contando com uma excelente infraestrutura profissional e técnica para resolver todas as necessidades de acordo com o que você precisa. Até nosso próximo encontro!